Sindmed/AC busca antecipar formatura de alunos de medicina

Justiça será acionada para que acadêmicos obtenham CRM

Acadêmicos do último período de medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac), e o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed/AC) irão entrar com recurso judicial para que a formatura dos estudantes seja antecipada.

A medida visa o auxílio no combate à pandemia do novo coronavírus. Para o presidente do Sindmed, Murilo Batista, a intenção é que os universitários, que reúnem as condições para atuar, possam obter o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) para que atuem como reforço na saúde pública neste momento de crise.

"É um momento atípico, já tivemos outros casos de outras universidades, como no Ceará, onde os acadêmicos conseguiram colar grau, e, assim, estarem aptos para ajudar nesse momento de pandemia", disse o sindicalista.

Na Ufac, existem cerca de 30 internos em condições de anteciparem a formatura, a exemplo do que já aconteceu em diversas outras universidades pelo país. Os estudantes enfatizaram o fato de que o Acre é o segundo maior Estado em notificações do Covid-19, na comparação proporcional com os demais Estados.