CMR-AC fiscaliza Into e Hospital de Campanha de Rio Branco

Pronto Atendimento estaria subutilizado, atendendo poucas pessoas

O Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) realizou, nesta sexta-feira (19), uma nova fiscalização no Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into).

Como já havia sido informado, a unidade vem descumprindo com o que foi contratado em relação ao número de internações e atendimentos e também possui médicos que não estão registrados no CRM-AC, já que vieram de outros estados. Além disso, muitas escalas de sobreaviso não estão sendo cobertas.

Durante a fiscalização, realizada pelos conselheiros diretores Marcus Vinícius Yomura, Virgilio Prado e Marcos Parente, foi constatado que o pronto atendimento da unidade está sendo subutilizado e que havia poucas pessoas sendo atendidas, sendo que o que foi pactuado com o Estado foi a realização de 240 atendimentos por dia.

A equipe também vistoriou o hospital de campanha, que fica anexo ao Into e verificou que a unidade está operando com pouco mais de 20% da capacidade, o que acaba também contribuindo para o esgotamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito e Pronto-Socorro de Rio Branco, que são as mais procuradas pela população.