Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
Você está aqui: Home Cotidiano “Bubutãtãn” e “mimdêqueeutomo” incentivo a vacina na internet

“Bubutãtãn” e “mimdêqueeutomo” incentivo a vacina na internet

25-01-21 mc-fioti-butantanCampanhas digitais visam conscientizar pessoas sobre a vacina

Alguma vez, alguém disse que o melhor do Brasil é o brasileiro, em meio a tantas fakes news muitas pessoas acabam sentindo medo de tomar as vacinas produzidas contra a covid-19, e nesse momento entra em prática a criatividade dos brasileiros com formas de incentivar a população a se vacinar.

Com a aprovação da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantã, um hit de funk que fez sucesso em 2017, foi regravado como um remix em homenagem e incentivo a vacina do Butantã e aos profissionais envolvidos nas pesquisas.

Com direito a vídeo gravado na Instituição com os profissionais dançando ao som do “vem com o Butantã”, remix do MC Fioti, lançado no último sábado (23), o vídeo conta com mais de quatro milhões de visualizações e está no top 10 de mais visualizados do YouTube Brasil.

A letra original foi alterada para o incentivo a vacina: “é a vacina envolvente que mexe com a mente de quem tá presente, é a vacina saliente, que vai curar nois do vírus e salvar muita gente, aí eu falei assim pra ela: vai, vai no Bubutantã, vai no Bubutantã, vai, vai no Bubutantã, vem no Bubutantã".

No Acre

No estado do Acre a expressão já tradicional “mimdê” viralizou e virou estampa de camiseta após entrevista do Governador do Estado, Gladson Cameli, onde ele diz que “a primeira vacina que chegar mimdê que eu tomo”. Um grupo de amigos resolveu usar a frase para criar uma campanha de incentivo à vacinação.

11-01-21-blusa-governador

“A nossa ideia era engajar e preparar a população para combater este sentimento ‘antivacina’ e não deixá-lo causar mais prejuízos à saúde pública, especialmente agora, na pandemia. É urgente levar uma mensagem clara para a população sobre a necessidade e a importância da vacinação em massa contra a Covid-19 e outras doenças”, afirma Kelly Souza, uma das idealizadoras da famosa camisa “Vacina #mindêqueeutomo”.

Ulisses Lima que também participou do desenvolvimento da campanha disse que a frase é afirmativa e passa o sentimento de todos em relação à pandemia que vivemos. “É afirmativa, mostra confiança no processo e ainda passa a sensação que todos temos de cansaço de tanta politização em torno de um tema que deveria ser sagrado. Colocamos na forma coloquial para ilustrar nosso sotaque, que às vezes a gente nem percebe - mas tem”.

O hit do Butantã e o #Mindêqueeutomo tem algo em comum, ambos levam a mensagem da segurança da vacina e de incentivo do jeitinho mais brasileiro possível.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado