Sexta-Feira, 23 de Abril de 2021
Você está aqui: Home Cotidiano MP verifica irregularidades na vacinação contra covid-19

MP verifica irregularidades na vacinação contra covid-19

Documentos são assinados pelo promotor Júlio César Medeiros

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência, instaurou procedimento preparatório para verificar possíveis irregularidades no processo de vacinação contra a covid-19 em idosos e pessoas com deficiência permanente em Rio Branco.

Nos documentos, assinados pelo promotor de justiça Júlio César de Medeiros, é destacado que muitas pessoas idosas estão esperando a primeira vacina contra o novo coronavírus, sem que tenha sido apresentado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) um plano de vacinação destinado aos idosos. Segundo o promotor, a falta do plano de vacinação gera ansiedade e crise de depressão em um público alvo que já está vulnerável.

"Foi instaurado um procedimento preparatório, justamente para verificar essa questão da publicação, o calendário para vacinação dos idosos conforme a respectiva faixa etária, justamente para evitar a questão de ansiedade, de depressão que às vezes existe nesse público e também evitando questões de aglomeração. É de extrema importância também que haja essa informação na sociedade, que seja divulgado, com transparência a vacinação desse grupo que é prioritário".

Ainda sobre a vacinação, o promotor de justiça ressalta que a capital começou a vacinar no dia 29 de janeiro os idosos acima de 80 anos acamados, com expectativa de imunizar 600 idosos que estavam nesta situação. Entretanto, de acordo com o balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica, até o dia 17 de fevereiro, apenas 285 idosos acima de 80 anos acamados, além de 279 idosos acima de 90 anos e 161 idosos acima de 60 anos institucionalizados, haviam recebido a vacina.

"Esse foi o ponto especifico da requisição do Ministério Público a fim de se dar ainda mais transparência dessas ações, com a implantação do ‘vacinometro’ onde a sociedade vai fiscalizar e ficar ciente do número de pessoas que foram vacinadas conforme cada grupo prioritário. Isso vai ser verificado especificamente em uma reunião que agendamos para amanhã [sexta-feira, 26], às 10h, inclusive com a participação do promotor da saúde, dr. Gláucio Oshiro".

O promotor também falou sobre a fila e demora no primeiro dia de vacinação dos idos acima de 74 anos, que iniciou nesta-quinta-feira (25), feita através de um drive-thru colocado em frente ao 7° Batalhão de Engenharia da Construção (BEC), em Rio Branco.

"Esse sistema do drive-thru é um sistema bastante interessante, por que não exclui a possibilidade de um endereço fixo, determinado em pontos estratégicos. A questão da confusão que aconteceu só venho reforçar que já havíamos requisitado o plano de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde".

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado