Sábado, 19 de Junho de 2021
Você está aqui: Home Cotidiano Pacientes denunciam falta de material para cirurgias ortopédicas

Pacientes denunciam falta de material para cirurgias ortopédicas

05-05-21 fundhacre-operações-ortopédicasPacientes esperam até um mês para realizar o procedimento

Pacientes e familiares resolveram denunciar o grande tempo de espera por cirurgias ortopédicas na Fundação Hospital do Acre (Fundhacre), segundo eles o motivo da demora para as cirurgias é a falta de material, em alguns casos a espera é de um mês pelo procedimento cirúrgico.

A produtora rural, Marcúlia está desde o dia 23 de abril acompanhando o marido que sofreu um acidente e precisa passar por um procedimento cirúrgico no joelho e na clavícula.

“Os médicos falam que não tem material no hospital, que eles estão prontos para trabalhar, mas não tem material e que isso não depende deles e sim da direção do hospital que precisa fazer alguma coisa” desabafou a produtora rural.

Jaqueline está desde o dia 27 de abril na Fundhacre com o marido e se sente angustiada por acompanhar o sofrimento dele, ao mesmo tempo em que sente revolta por tanto descaso, principalmente em meio a pandemia do coronavírus.

“Meu esposo está aqui, a família é de Cruzeiro do Sul e eles não querem que haja troca de acompanhante por conta da covid, então eu estou aqui todo dia com ele e isso é muito cansativo. Todo dia que o médico passa a gente pergunta, quer uma resposta e eles não sabem, porque isso não depende deles” desabafou Jaqueline.

Em nota a Fundhacre informou que o Pronto Socorro de Rio Branco é o responsável pelos primeiros atendimentos dos pacientes de ortopedia na urgência e emergência, e que depois eles são encaminhados à Fundhacre, diante disso os materiais necessários são encaminhados do Pronto Socorro para a Fundhacre para realização dos procedimentos cirúrgicos.

Na nota ainda é informado que as cirurgias efetivas estão suspensas conforme o decreto estatual 6206/2020 que apresenta ações de enfrentamento ao coronavírus, é afirmado por meio da portaria n° 32 de 19 de fevereiro de 2021. A nota não dá uma perspectiva para retorno das cirurgias.

Confira na íntegra:

05-05-21 nota-esclarecimento


agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado