Comerciantes da região do Terminal Urbano sofrem com falta d’água

Eles precisam encher baldes e recipientes para poderem trabalhar

Luanna Lins para Agazeta.net

Comerciantes da região do Terminal Urbano, no Centro de Rio Branco, sofrem com o problema da falta d’água. Eles precisam encher recipientes para levarem ao comércio e poderem trabalhar. Locais como restaurantes e lanchonetes, que necessitam de água para higiene básica, são prejudicados diariamente com a falta dela.

Quem trabalha com alimentos precisa constantemente estar higienizando as mãos, louças e o próprio local. Em alguns dias, chega um pouco de água da torneira, que é armazenada em baldes e utilizada durante o expediente inteiro. Em outros, a água nem chega, e os trabalhadores precisam buscá-la na frente do local, onde fica localizada uma caixa d’água que deveria abastecer o comércio.

A região possui poços, mas a bomba não é ligada e o reservatório está parado. Segundo uma das comerciantes, a água chega por aproximadamente 30 minutos ao dia e depois para, secando as torneiras. De acordo com ela, antes, a água era constante, mas após a reforma realizada no Terminal, o comércio começou a sofrer com a escassez.

Deixe uma resposta