Sargento preso por atirar em estudante em Epitaciolândia é afastado da PM

O policial está afastado das atividades da instituição até que transcorra o processo na Justiça

Luanna Lins para Agazeta.net

O sargento da Polícia Militar do Acre (PMAC), Erisson Nery, que atirou em um estudante de Medicina no dia 28 de novembro deste ano, em Epitaciolândia, interior do Acre, foi agregado ao Quadro de Praças Militares Estaduais Combatentes da PMAC. O decreto foi publicado na edição desta sexta-feira, 10, do Diário Oficial do Estado (DOE) e afirma que o policial está afastado das atividades da instituição até que transcorra o processo na Justiça.

A assessoria da PMAC afirmou que o afastamento considera que Nery está detido por força de mandado de prisão preventiva desde o dia 29 de novembro e, portanto, não pode ser lotado em nenhuma unidade da corporação. Neste período, no entanto, ele continua recebendo seu salário normalmente. A vítima, Flávio Endres Ferreira, passou por uma cirurgia no abdômen e recebeu alta na terça-feira, 7, após nove dias internado.

Deixe uma resposta