Segunda-Feira, 17 de Maio de 2021

BANER OS ESTAGIARIOS

Sexta, 23 April 2021 15:59

My Mad Fat Diary é a série adolescente mais injustiçada da história

Written by
Rate this item
(2 votes)

23-04-21 os-estagiarios-my-mad-fat-diaryMy Mad Fat Diary merecia todo o reconhecimento do público e premiações, vocês não estão preparados para essa conversa, mas eu irei falar sobre mesmo assim

My Mad Fat Diary (MMFD) é uma série de comédia dramática de 2013, possui apenas três temporadas, uma trilha sonora incrível e um elenco de aplaudir de pé, ela é protagonizada por Sharon Rooney, e tem a minha queridíssima Jodie Comer, sim a Villanelle em Killing Eve, algum dia irei escrever sobre essa série incrível. Mas vamos voltar a My Mad Fat Diary!

A história acompanha Rae Earl, uma adolescente gorda, sim, sim, é uma série adolescente protagonizada por uma adolescente gorda e sabe o que mais? Ela não é o alívio cômico da história, motivo de piada, não passa por nenhuma transformação física e nem pense que Rae fica escondida na narrativa atrás de seus amigos, nada disso, Rae é o centro da história.

23-04-21 my-mad-fat-diary-rae

E por falar em Rae, ela existe, a história é baseada em fatos reais. A história é completamente apaixonante, com personagens cativantes (e lindos, se preparem para um show de beleza), trata de assuntos sérios como saúde mental na adolescência e com seriedade, nada como uma certa série adolescente que deveria ter sido cancelada há muito tempo.

A história começa acompanhando Rae saindo de um hospital psiquiátrico depois de uma tentativa de suicídio, ela simplesmente não gosta de si mesma e se enxerga como alguém que não tem nada a acrescentar na Terra, mas há se ela se visse como nós a vemos. No início, Rae tenta esconder de sua “gang” como ela chama seu grupo de amigos, os problemas que enfrenta.

23-04-21 os-estagiarios-foto1

MMFD possuí cenas fortíssimas que nos levam do céu ao inferno em questão de segundos, que fazem com que nos sintamos conectados com os personagens de formas inexplicáveis. Uma das minhas cenas favoritas é quando Rae está em uma consulta com seu psiquiatra e diz que ele sempre fala que ela deve começar a se amar, a se aceitar, mas nunca diz como ela deve fazer isso.

É quando o Dr. Kester diz para ela imaginar a si mesma como criança e repetir para aquela criança todas as coisas cruéis que diz a si mesma todos os dias. É impossível não se emocionar com essa cena.

Os outros personagens da trama também têm suas histórias mostradas com relevância, como Archie quando revela aos amigos que é gay, inclusive, MMFD não tem papas na língua para tratar assuntos relacionados a sexualidade!

A série é incrível, com personagens cativantes, com história envolvente, com uma linguagem atual e com sotaque britânico, esqueci de falar esse fato, não é? O enredo da série, a forma como os assuntos são abordados, a personalidade d cada personagem, os figurinos e para completar a trilha sonora fazem com que você levante as mãos para os céus e se pergunte, por que o mundo não dá o devido reconhecimento a essa obra de arte?

23-04-21 rae-e-dr-kaster

Luana Dourado é estagiária no site agazeta.net e estudante de jornalismo.

Read 130 times Last modified on Sexta, 23 April 2021 16:08

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado