Sábado, 30 de Maio de 2020
Você está aqui: Home Entretenimento Quentinhas da Redação A postura vacilante prejudica o governo: decidiu substituir um gestor? Isso tem que ser dito claramente e com justificativas razoáveis
24 Abril 2019 Written by 

A postura vacilante prejudica o governo: decidiu substituir um gestor? Isso tem que ser dito claramente e com justificativas razoáveis

SAÍDA

A possível saída de Raphael Bastos Júnior da Secretaria de Estado de Planejamento não é uma perda qualquer. Ele era um gestor que, na equipe de Gladson, era o único que demonstrava incômodo com a burocracia. Esse perfil fez dele um alvo fácil dos burocratas que o governador se permitiu cultivar no Gabinete Civil.

SAÍDA II

Raphael Bastos, inclusive, era um dos poucos que também se esforçava em compreender como o governo de Gladson Cameli poderia se capitalizar reestruturando a política ambiental. Ele não via polarização e nem prejuízo para a matriz agrícola capitaneada pela soja como prometido. Ele avaliava que era possível conciliar.

SUGESTÃO

Fica sugerido que os constantes embates internos entre Raphael Bastos e o chefe do Gabinete Civil, José Ribamar Trindade de Oliveira, engrossaram o caldo responsável pela possível saída de Bastos da Seplan. Ribamar é o nome mais forte do Grupo Permanente de Planejamento Estratégico, a instância consultiva que, agora, vê-se o tamanho do estrago que ainda é capaz de causar.

E AGORA? 

Raphael Bastos é uma indicação direta do deputado federal Alan Rick (DEM). Qual justificativa será dada ao parlamentar não se sabe ainda.

ALIÁS

A saída de Raphael não foi confirmada pelo próprio Gabinete Civil. Foi divulgada inicialmente pelo site local Notícias da Hora. Aguarda-se uma nota oficial explicando a possível saída do gestor. A postura vacilante prejudica o governo: decidiu substituir um gestor? Isso tem que ser dito claramente e com justificativas razoáveis.

COLÔMBIA

Raphael Bastos acompanharia o governador Gladson no encontro dos governadores da Força-tarefa para o Clima e Florestas que acontece na Colômbia nesse fim de semana.

QUEM? 

Maria Alice, atual secretária de Estado de Gestão Administrativa, substituirá Raphael Bastos? É uma possibilidade que fortalece o MDB.

PROGRAMA

Fica uma incógnita em relação ao Programa de Desenvolvimento e Recuperação da Economia. Orçado em quase R$ 840 milhões, esse programa tinha em Raphael Bastos uma espécie defensor na necessária agilidade do início dos trabalhos. Voltou-se à estaca zero.

CIDADANIA FISCAL

Anteprojeto de lei que institui o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado do Acre. Esse anteprojeto foi apresentado pelo deputado estadual Roberto Duarte (MDB) ontem (23). O objetivo é fazer com que o consumidor, ao adquirir um produto, possa ser beneficiado ao pedir a nota fiscal identificada.

CIDADANIA FISCAL II

Parte do imposto pago pelo cidadão pode voltar ao cidadão por meio de depósito direto em conta ou desconto no pagamento do IPVA. Não é uma novidade. Já existe em outros 12 estados. Onde foi implantado aumentou a arrecadação do Estado. A estimativa é que aumente em R$ 150 milhões.

Sugestôes, críticas e informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado