Segunda-Feira, 01 de Março de 2021
Você está aqui: Home Entretenimento Quentinhas da Redação Tião Bocalom decidiu não retornar com as aulas presenciais do 5º ano. Enfim, a lucidez.

quentinhas-da-redacao

30 January 2021 Written by 

Tião Bocalom decidiu não retornar com as aulas presenciais do 5º ano. Enfim, a lucidez.

FECHA TUDO

O pedido da Associação dos Bares do Acre (não confundir com a representação acriana da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes_ Abrasel/AC) é irresponsável. Ao emplacar o “Fecha tudo” como uma falsa ideia de dar tratamento isonômico a todos os segmentos da economia regional, os rapazes querem se equiparar ao comércio essencial.

“DEMOCRACIA”

Esse período de pandemia tem sido importante até mesmo para se perceber até que ponto a ingenuidade é capaz de ir. Um internauta fez um comentário, em uma publicação do jornalista Altino Machado. A fala do rapaz foi motivada por um cartaz de uma cervejaria da Capital que anunciava promoção de 25% para quem fosse ao estabelecimento no horário das 5 da tarde às 6 da noite, motivo de postagem na rede social do jornalista. “Vai quem quer! Viva a democracia”. O comentário seria até hilariante se não estivéssemos em momento tão trágico. O moçoilo deve estar empolgado com as primeiras bebericadas. O entusiasmo dificulta uma reflexão mais equilibrada sobre o conceito de Democracia.

CARÃO

O menino que quer badalação a qualquer custo levou um carão do médico Paulo Henrique Sampaio Valadares que também comentou na rede social do jornalista. “Enquanto você afirma ‘Vai quem quer! Viva a Democracia’, alunos continuarão sem aula, mais trabalhadores perderão seus empregos e a economia continuará em recessão. Isso não tem nada a ver com ‘Democracia’. Isso é baderna, abuso, barbárie e ignorância”.

ENFIM, LUCIDEZ

Tião Bocalom decidiu não retornar com as aulas presenciais do 5º ano. Enfim, a lucidez. O prefeito de Rio Branco não erra. Ao contrário. A decisão foi tomada junto com diretores de escolas e representantes de pais e alunos.

CASA DE CABA

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, precisa mexer em uma casa de caba: o Shopping Popular. O espaço vai precisar de “melhorias”, mesmo após recém inauguração. De lajota soltando do piso ao forno que é o terceiro andar (na praça de alimentação), muita coisa há que ser feita ali.

CASA DE CABA II

Mas antes fossem esses os problemas mais graves. A casa de caba mesmo está na relação com os lojistas. Há situações de toda ordem. Até dia 22 de fevereiro, a Prefeitura de Rio Branco quer todos os boxes funcionando. O cadastro desses lojistas deveria receber uma auditoria.

FORÇA NACIONAL

Força Nacional já foi acionada para reforçar barreiras de impedimento de trânsito de pessoas na fronteira. Os municípios em que haverá tropas federais são Plácido de Castro, Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil.

Sugestões, críticas, informações O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado