Quinta-Feira, 22 de Abril de 2021
Você está aqui: Home Esporte Ferroviária-SP é campeã da Libertadores Feminina 2020

Ferroviária-SP é campeã da Libertadores Feminina 2020

22-03-21-feroviariaGuerreiras Grenás bateram o América de Cali na decisão

A Ferroviária-SP conquistou o título da Libertadores Feminina 2020, neste domingo (21), no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, na Argentina, após derrotar o América de Cali-COL por 2 a 1.

O placar da partida foi definido ainda no primeiro tempo. O Ferrinha abriu o marcador no início da partida, aos 6 minutos de jogo Sochor em cobrança de falta levantou a bola na área adversária e Tapia, goleira da equipe Colombiana, que tinha feito uma partida irretocável na semifinal, falhou vergonhosamente deixando o time paulista em vantagem.

O empate das colombianas aconteceu aos 39 minutos em cobrança de pênalti com Catalina Usme, mas a resposta das guerreiras foi logo em seguida aos 42 com Aline Milene também cobrando pênalti.

O América pressionou até o minuto final criando algumas oportunidades para empatar a partida, mas as Guerreiras bravamente suportaram a pressão e chegaram ao título da competição continental pela segunda vez na história do clube, o primeiro título havia sido em 2015, quando derrotaram o Colo-Colo-CHI por 3 a 1, na edição sediada em Medellín, na Colômbia.

O clube de Araraquara participou da competição pela quarta vez, além da conquista de 2015 a equipe chegou ao vice-campeonato no ano passado, quando foi derrotado pelo Corinthians-SP.

O caminho do Ferrinha para título desta edição começou com uma derrota para o Libertad-PAR, depois as meninas empataram com o Peñarol-PAR e venceram a Universidade de Chile-CHI na fase de grupos. Nas quartas de final derrotaram o River-Plate-ARG por 1 a 0.

22-03-21-foto-do-fim

Na Semifinal venceram por 7 a 6 a Universidade de Chile-CHI em cobrança de penalidades, após um empate sem gols no tempo normal. A conquista desse ano entra para a história da competição sendo a primeira vez em que uma equipe chega ao título tendo uma mulher no comando.

A treinadora Lindsay Camila foi a responsável por quebrar esse tabu que já durava 11 anos, em todas as outras edições desde 2009 apenas equipes treinadas por homens tinham vencido a competição continental.

O Brasil é o país que mais vezes venceu a competição, com essa conquista do time de Araraquara, das 12 edições já realizadas nove foram vencidas por equipes brasileiras. O equipe que mais vezes venceu a competição foi o São José-SP (2011, 2013 e 2014) com três conquistas, a Ferroviária-SP (2015 e 2020) o Santos-SP(2009 e 2010) e o Corinthians-SP(2017 e 2017) tem dois títulos cada. Ainda venceram a competição o Colo-Colo-CHI (2012), Sportivo Limpeño-PAR (2016) e Atlético Huila (2018).

A edição de 2021 da Libertadores Feminina está prevista para acontecer em setembro deste ano e será sediada no Chile. As Guerreiras Grenás voltam a campo no dia 18 de abril pela estreia no Campeonato Brasileiro 2021 para enfrentar o Palmeiras-SP. O atual campeão da competição nacional é o Corinthians-SP.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre



Fique Conectado