thumb lojasnatal

13º salário injeta ânimo ao comércio de Rio Branco

Gratificação vai injeter R$ 143 bilhões na economia brasileira

Neste sábado, 30, termina o prazo para pagamento da primeira parcela do 13º salário, com isso, as vendas de final de ano começam a se aquecer. Muita gente ainda planeja como gastar o tão esperado dinheiro a mais e enquanto isso, o comércio varejista demonstra otimismo de que boa parte desse recurso será gasto com compras.

O 13º salário vai injetar na economia brasileira 143 bilhões de reais. Segundo o Dieese, mais de 82 milhões de brasileiros vão receber a gratificação. Amanhã expira o prazo para o pagamento da primeira parcela, e a segunda deve ser paga até dia 20 de dezembro. A aposentada Tereza Cabral já sabe o que vai fazer com o dinheiro extra no orçamento: economizar. “Eu guardo porque a minha alimentação é a base de frutas e verduras e me preocupo com isso. Não compro muito, prefiro poupar”, disse.

Já o operador de máquinas Osvaldo de Souza vai usar o 13º salário para pagar contas. “Pra começar o ano sem dever ninguém”, justifica.

O vendedor Roberto Taysson faz parte de outra fatia significativa de trabalhadores que optam por usar o 13º para também fazer compras. “A gente pode aproveitar pra comprar presentes para os familiares e amigos e também roupas novas para as comemorações de final de ano”, disse.

O 13º salário abre as vendas de final de ano no comércio. Esse recurso a mais no orçamento serve para quitar dívidas mas também ajuda o brasileiro nas tradicionais compras de natal. O comércio em Rio Branco já começa a reagir sob influência do 13º, e está otimista com as vendas do período.

O gerente de loja Eurico Moraes explica que a loja investiu mais no estoque este ano, crendo em resultados melhores que o saldo do ano passado. “Cada ano a gente investe mais por que vamos aprendendo sobre a falta e a demanda, então a expectativa para este ano é maior”, disse.

O 13º salário também tem trazido boas expectativas na loja de eletrodomésticos onde Júlio Marques gerencia. “Nosso mix de produtos está muito bom, o preço também, então as expectativas são as melhores com a chegada do 13º salário agora”, disse.

O natal é a principal data comemorativa do ano para o comércio, e não é a toa que em Rio Branco, o setor varejista tem apostado as fichas para a época festiva. O ano foi de crise, e tradicionalmente, o natal socorre o saldo conclusivo do ano. “Com o 13º o meio circulante no Estado aumenta muito e com isso, tem grandes possibilidades de compensar e alcançar o resultado previsto logo no início do ano”, explica Roberval Ramires, economista da Fecomércio.

Deixe uma resposta