071117-cotidiano-caixaeconomica-tvgazeta

13º salário: quitação de dívidas tem que ser negociada

60% das famílias estão endividadas no país, diz FNC

De olho do pagamento do décimo terceiro salário, que deve injetar mais de R$ 500 milhões no mercado regional, o comércio acriano vem fazendo de tudo para atrair o consumidor. Se o Papai Noel não ajuda, as promoções prometem trazer de volta o velho cliente, mas, não vai ser tão fácil essa conquista.

O consumidor está mais precavido na hora de ir às compras e os comerciantes têm inimigos mortais: as dívidas acumuladas e vencidas. Pesquisa da Federação Nacional do Comércio aponta que 60% das famílias estão endividadas.

Para professor João Alencar, coordenador do curso de Economia da Universidade Federal do Acre, a pessoa deve priorizar quitar débitos antigos, principalmente cartão de crédito que tem juros altos. Mas, o professor alerta: não vá sair pagando de qualquer jeito.

Com dinheiro na mão dá para negociar a queda dos juros e multas. “É preciso conversar, analisar todas as possibilidades para não gastar todo o dinheiro no pagamento dos débitos, e, o pior, pagar com juros e multas altas”, explicou.

Usando parte do décimo terceiro para quitar as dívidas antigas e acumuladas dá para sobrar um pouco. Pense bem: em janeiro vêm aquelas contas fixas como material escolar, IPVA e IPTU. “Quem guardar dinheiro vai ter melhores condições de pagar essas despesas”, lembrou Alencar.

O professor dá mais uma dica: se for comprar o presente de Natal dê preferência aos mais baratos. O presente é sinal de afeto e não de riqueza.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*