Acre é o estado brasileiro que mais registrou queimadas em setembro

Foram registrados 61% focos a mais que no mesmo período de 2020

Segundo dados do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), nos oito primeiros dias de setembro o estado do Acre registrou 1.125 focos de queimadas. Isso representa 61% a mais que no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 698 registros.

Um número que coloca o Acre na liderança do ranking como o estado mais atingido por queimadas nesse período. Na área urbana de Rio Branco, em agosto 308 focos foram identificados.

Já em setembro, com a ocorrência de alguns dias de chuva, esse número caiu bastante. Até agora apenas 16 registros foram feitos. Mas, somadas as ocorrências rurais, o total de queimadas na capital em oito dias sobe para 115 focos.

Ainda segundo os institutos de monitoramento, o município Feijó, distante cerca de 363 km de Rio Branco, é o 9° município que têm mais registros de queimadas no país nos últimos dias.

O verão amazônico facilita a ocorrência de queimadas. Sem chuva, o solo e a vegetação ficam secos. E segundo o secretário municipal de meio-ambiente de Rio Branco, Normando Sales, “as chances dessa situação ficam ainda piores até a primeira quinzena de outubro, e não podem ser descartadas”.

Com informações de Débora Ribeiro para a TV Gazeta

Deixe uma resposta