040118-cotidiano-hospitalfluvial-cedida

Acre terá 3 unidades de saúde fluviais: 45 para toda Amazônia

Embarcações atendem à população ribeirinha

O Ministério da Saúde anuncia investimento de R$ 85 milhões na construção de 45 unidades básicas de saúde fluviais para melhorar a assistência à população ribeirinha. A verba é destinada a cinco estados: Acre (3), Amazonas (21), Amapá (1), Pará (19) e Tocantins (1). Cada UBS custa cerca de R$ 1,88 milhão.

As unidades básicas de saúde fluviais são embarcações que comportam Equipes de Saúde da Família Fluviais (ESFF), providas com equipamentos necessários para atender à população ribeirinha da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão) e Pantanal Sul Mato-Grossense.

O atendimento será feito nas comunidades que ficam distantes das unidades básicas de referência com o deslocamento de equipes e equipamentos através das embarcações. Cada unidade fluvial deverá possuir, pelo menos, um médico, um enfermeiro, um técnico de saúde bucal e um bioquímico ou técnico de laboratório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*