2009-cotidiano-robertobarros-cleristom

“Acriano ainda não aderiu à cultura da conciliação”

Virtualização de 100% dos processos de 1ª instância foi comentada

O presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Roberto Barros, foi um dos convidados do ‘Gazeta Entrevista’ exibido na última sexta-feira, 19. O desembargador comentou ações desempenhadas a frente do Judiciário estadual.

Barros destacou a virtualização de 100% dos processos na instância de primeiro grau. “Os processos estão disponíveis na internet. Esse foi um grande avanço para os operadores de direito”, expôs. Dentro desta novidade tecnológica também está à intimação eletrônica.

O plano de cargo, carreira e remuneração (PCCR) está em andamento. Assim como o auxílio saúde e a implantação de gratificações por resultados. Já sobre investimentos em infraestrutura, Roberto citou que o Fórum Criminal vai ser o primeiro prédio a ser entregue na ‘Cidade da Justiça’.

Já em relação às dificuldades encontradas na gestão, o desembargador argumentou que a conciliação é o maior gargalo. “As pessoas não querem conciliar. Principalmente quando uma das partes representa o setor jurídico que acaba não cedendo durante as audiências”, explicou.

Ao fim da entrevista, Roberto Barros lembrou que somente este ano, 117 novos servidores entraram nos quadros do TJ acriano. “Até o fim do ano teremos concurso”, concluiu.

Deixe uma resposta