170118-cotidiano-cartaor12-tvgazeta

Acrianos integram empresa acusada de pirâmide financeira

Líder da empresa fugiu e teme pela própria vida

Cerca de mil pessoas podem ter caído em nova pirâmide, a maior parte dos investidores é do Acre. O possível golpe só foi percebido 1 ano após a abertura da empresa que prometia ganhos mensais de 30% do valor investido.

As reuniões atraiam muita gente. Pessoas interessadas em investir e ganhar muito dinheiro. A proposta era vantajosa: garantia o recebimento mensal nos 6 primeiros meses, de 30% do valor aplicado na empresa.

Quem investisse R$ 100 mil, por exemplo, receberia R$ 30 mil mensalmente e ao final dos 6 meses teria lucrado R$ 80 mil e na sétima parcela, restituiria 60% do valor inicial, ou seja, mais R$ 60 mil. Totalizando lucro de R$ 140 mil.
O golpe teria rendido a Gerson Lima, presidente da R12 quase R$ 40 milhões. Ele aparecia nos eventos muito elegantes. E, apesar da aparência e do discurso frágil, conseguiu arrastar uma multidão.

A R12 investimentos conseguiu em pouco mais de um ano, cadastrar cerca de mil pessoas. Sendo a maioria, ou 90% delas, do Acre. Empresários, políticos, comerciantes, pastores, servidores público e até lideranças de facções entraram no negócio.
As vítimas alegam que a empresa passou confiança por que no primeiro momento pagou fielmente cada investidor há pelo menos 4 meses os depósitos pararam. Ela fechou os escritórios que tinha em Rio Branco, deixou o site fora do ar e o presidente, Gerson Lima, desapareceu.

“Eu acreditei na empresa, coloquei algum dinheiro e inclusive pessoas no negócio, cheguei a recuperar parte do dinheiro. A empresa funcionava muito bem, pagava muito bem. Investimos por que passava credibilidade, durante um ano, e nos últimos meses começou a falhar nos pagamentos. Mesmo assim o dono da empresa captou novas pessoas pra colocar e nós acreditamos que já estava virando uma pirâmide e por isso captava novas pessoas”, explica o pastor Alencar Neto.

Um grupo de investidores se reuniu nesta semana para traçar uma reação ao que já consideram golpe de estelionato. Quem ainda não registrou Boletim de Ocorrência vai se unir com outros para ingressar na Justiça pedindo investigação e a devolução do dinheiro.

“Agora, judicialmente, nós vamos procurar o caminho por onde vamos procurar nossos direitos e também usar os meios de comunicação para que Rio Branco, o Brasil e o mundo saiba o que essa pessoa está fazendo para prejudicar os cidadãos de bem”, comentou o empresário Roberto Oliveira.

“Eu não recuperei a totalidade do meu dinheiro, tenho mais da metade do meu dinheiro como outras pessoas também tem. Estamos aqui fazendo esse clamor público pra ver se alguma autoridade toma providências por que o que ele tem dado notícia, nenhuma delas se concretiza”, afirma Neto.

Outra denúncia grave é que o irmão do presidente da empresa R12, um agente penitenciário, estaria ameaçando os investidores. Através de um grupo de WhatsApp, o agente tem postado fotos manuseando arma de fogo, reforçando que sabe o endereço de todos. As ameaças surgem sempre que alguém do grupo avisa que vai cobrar pelo prejuízo.

O presidente da R 12 gravou um vídeo recentemente, e enviou aos investidores, justificando que está buscando uma forma de restituir seus credores.

Na gravação, Gerson lê uma declaração na qual justifica que sua empresa foi surpreendida por um alto volume de investimentos e que a estrutura administrativa não acompanhou. Por isso, entrou com pedido de recuperação judicial. Ele também promete criar um plano de pagamento de todos os credores a custo médio e de longo prazo.

Como entre os investidores também existem pessoas ligadas à facções criminosas, Gerson parece mandar um recado específico ao final do vídeo. Ele tem pela própria vida.

“Essa recuperação judicial da empresa é a única solução para pagar todos os credores encontrados. Finalizo pedindo a compreensão de todos e peço encarecidamente que ninguém tome alguma atitude dramática que impeça de trabalhar, pois o meu objetivo é ressarcir todos os investidores que apostaram no plano da R12 investimentos. Um grande abraço”, finalizou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*