Acre: homem que matou namorada asfixiada vai a júri popular em junho

Corpo de Rosiane Martis foi encontrado dentro de uma cisterna localizada na casa da vítima

Por Ycla Araújo

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), por meio da 1° Vara de Tribunal do Júri, marcou a data do júri popular contra Rodrigo Rodrigo Duarte Gomes, acusado de matar a namorada e joga-lá em uma cisterna no terreno da casa da vítima, em Rio Branco. A sessão vai ocorrer no dia 14 de junho de 2022.

Relembre o caso

Rosiane Martis foi morta asfixiada por Rodrigo em setembro de 2020 na capital do Acre, Rio Branco. Após o acusado a matar estrangulada usando um fio elétrico, Anderson Martins o ajudou a esconder o corpo dentro de uma cisterna localizada no terreno da casa.

Os acusados de feminicídio e ocultação de cadáver pelo Ministério Público do Acre (MPAC), continuaram indo à casa da vítima por mais dois dias onde retiraram diversos pertences de Rosiane da casa. Os vizinhos desconfiaram da situação e chamaram a polícia que encontrou o corpo de Rosiane dentro da cisterna.

O suspeito conseguiu fugir ao município de Cruzeiro do Sul onde estava sendo monitorado pelas equipes de investigação da Policia Civil. O jovem ficou escondido no município de Porto Walter dentro de uma comunidade rural. Diante das informações, as equipes das Polícias Civil e Militar traçaram estratégias e realizam o cerco em área de difícil acesso localizada às margens do Rio Grajaú.

A investigação policial identificou que o homem vinha frequentemente praticando furtos, perturbação e ameaças de morte a moradores da comunidade. O foragido foi conduzido à Delegacia Geral de Porto Walter onde prestou depoimento e em seguida foi colocado à disposição da justiça acreana.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*