310118-cotidiano-educacaobasica-ascom

Aumenta número de matrículas na rede de ensino no Acre

Ensino Médio e Profissional continuam sendo problema

O Censo Escolar 2017 foi divulgado hoje (31) pelo Ministério da Educação. Os dados registram que o Acre teve aumento no número de matrículas em todo sistema de ensino (que inclui rede federal, estadual, municipal, pública e privada). A taxa de crescimento foi de 6,04%, comparando número de matrículas de 2016 com o de 2017.

Relacionado ao número de matrículas, os maiores problemas da Educação no Acre estão presentes no Ensino Médio (com queda de 6,51%) e do Ensino Profissional (com queda de 24,67%). No Ensino Fundamental, também houve redução no número de matrículas, mas foi menor, de 0,53%, provocado pela diferença do fluxo de alunos que entram e que saem dessa etapa.

A Educação de Jovens e Adultos teve a maior taxa de crescimento, calculada em 79,28%. A grande taxa de crescimento se deve ao fato de estarem incluídos os alunos do PEEM/Poronga e o Quero Ler.

O Ensino Especial registrou aumento de 14,95%. Em 2016, houve 7.794 matrículas e, em 2017, as matrículas foram para 8.958 alunos. O Ensino Especial tem aumentado ano a ano desde 2011. Um dos fatores de crescimento pode ter sido as mudanças na legislação.

Ensino Infantil (creches e pré-escola)

2016: 36.444

2017: 37.859

Ensino Fundamental

2016: 160.484

2017: 159.632

Ensino Médio

2016: 41.657

2017: 38.947

Ensino Profissional

2016: 5.480

2017: 4.128

E.J.A

2016: 24.893

2017: 44.627

Sobre o material noticiado pelo site AGazeta.Net, a Secretaria de Estado de Educação divulgou uma nota técnica em que faz a desnecessária ressalva que “toda e qualquer análise de dados estatísticos requer um profundo conhecimento dos processos de ensino de uma rede”. A matéria do site, em nenhum momento, se pretendeu analítica. Apenas noticiou dados fundamentados em informações cuja referência é a própria SEE. Democraticamente, o site apresenta a nota.

Prezado Itaan,

Os dados, sobre os quais a Secretaria de Estado de Educação e Esporte se manifestará, referem-se exclusivamente à rede estadual de Ensino. Dividiremos a nota técnica em duas partes.

A primeira parte, por quantidade de turmas e a segunda pela quantidade de alunos. Toda e qualquer análise de dados estatísticos requer um profundo conhecimento dos processos de ensino de uma rede. Ou seja, uma queda no número de matrículas pode ser uma coisa boa, quando, por exemplo, corrige-se a distorção idade/série.

Nota Técnica

A tabela abaixo expressa um a quantidade de turmas nas escolas da rede estadual de ensino do Acre.

Quantidade de turmas

TURMAS                        2016               2017                   ABSOLUTA                %

Educação Infantil               35                  42                            7                       20,00

Ensino Fundamental        3850            3755                         -95                      -2,47

Ensino Médio                   1396            1305                         -91                      -6,52

Ensino Profissional           91                 37                           -54                     -59,34

EJA                                   953               2321                       1368                    143,55

O aumento de turmas na Educação Infantil revela o crescimento de oferta em diferentes terras indígenas.

Quanto ao Ensino Fundamental e Ensino Médio, a redução no número de turmas é resultado de estudos cada vez mais qualificados para reordenar a rede e ofertar vagas mais próximas ao domicílio dos alunos. O reordenamento também permite que o Governo do Estado possa investir mais em outras prioridades da rede estadual.

O decréscimo nas turmas da Educação Profissional é resultado do corte de investimento por parte do Governo Federal, o que obrigou o estado a reduzir a oferta.

Quanto às turmas de EJA, o crescimento expressivo do número de turmas se deve à criação do programa Quero Ler, do Governo do Estado, que tem por objetivo acabar com o analfabetismo do Acre até o fim de 2018.
Outro dado, como o demonstrado na tabela abaixo, revela a quantidade de alunos em números absolutos matriculados na rede estadual de ensino do Acre.

Quantidade de alunos

ALUNOS                           2016                 2017                 ABSOLUTA             %

Educação Infantil               393                   424                          31                  7,89

Ensino Fundamental        93946               93616                     -330                 -0,35

Ensino Médio                   39619              37139                    -2480                  -6,26

Ensino Profissional          1712                 694                       -1018                 -59,46

EJA                                 19146               36019                    16873                    88,13

O aumento do número de alunos, conforme anteriormente explicado, deveu-se à abertura de novas turmas em escolas indígenas no interior do Estado do Acre.

A redução de matrículas, tanto no Ensino Fundamental quanto no Ensino Médio, demonstra um esforço da SEE em corrigir a distorção idade/série, reconfigurando o Projeto Poronga e o Programa Especial de Ensino Médio.

As equipes técnicas da SEE trabalharam, não somente para corrigir a distorção, mas para o reingresso do aluno ao ensino regular.

O decréscimo no número de alunos no Ensino Profissional, como já foi mencionado, está diretamente ligado aos cortes nos investimentos federais, o que consequentemente gerou redução da oferta.

O aumento expressivo do número de alunos na EJA é resultado do grande investimento do Estado no Programa Quero Ler, que permitiu ao longo de 2017 a continuidade dos estudos aos alunos egressos do Programa.

Atenciosamente,

Diretoria de Ensino da Secretaria de Estado de Educação e Esporte do Acre

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*