200619-cotidiano-motocuturista

Aventureiro acreano filma as viagens que faz de moto

Youtuber possui mais de 25.500 inscritos e 200 mil acessos

Uma vida dividida em duas paixões, motocicletas e viagens. O acreano Herlandes Fernandes herdou essa paixão, que virou hobby, do próprio pai, ainda jovem.

“Eu lembro que a primeira vez que eu andei de moto foi em uma vespinha nos anos 80, andava na garupa com o meu pai e a partir daí me despertou aquele desejo de ter a moto como um hobby e uma coisa que me realiza”, disse o mototurista.

E porque não juntar isso e registrar tudo em vídeos? Foi o que ele decidiu fazer, ainda em 2006. Cada viagem começou a ser filmada. Cada paisagem, cada estado e país que Herlandes passava, uma história era contada e publicada no seu canal no youtube, o BR Duas Rodas.

E o que iniciou como brincadeira tomou dimensões gigantescas. Os acessos foram aumentando gradativamente e o mototurista começou a pegar gosto por essa rotina.

“Quando eu comecei a interagir muito com as pessoas que viajavam de moto, de outras regiões do país e até de países vizinhos eu percebi que a nossa região não tinha muita divulgação e as pessoas tinham pouca informação sobre a região e eu por uma questão de reação a isso comecei a publicar as viagens no Youtube sem qualquer pretensão e eu vi que tinha muito público para isso”, explicou Herlandes.

Por onde passa, o youtuber acreano dá dicas das viagens, principalmente sobre percursos da região amazônica e de países como Peru, Bolívia e Chile, que tem acesso pelo Acre.

“Se você vai viajar de moto ou de carro recomendo que você tome o chá de coca, procure nas boticas, que são as farmácias do Peru, uma medicação chamada sorotipius porque ameniza os efeitos da altitude e é muito importante”, ressaltou o youtuber.

Atualmente, o BR Duas Rodas possui mais de 25.500 inscritos e cerca de 200 mil acessos por mês. Com isso, Herlandes consegue patrocínios para manter as viagens e investir no canal.

Em 10 anos de viagem o mototurista já percorreu mais de 40 mil km pela América do Sul, ele trocou de moto pelo menos oito vezes neste período. A próxima viagem já estar marcada para julho, ele vai sair do Acre em direção ao Deserto do Atacama no Chile.

E o aventureiro pretende continuar, aprendendo sobre novas culturas, conhecendo pessoas, lugares, trocando ideias e levando informação nos vídeos que produz.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*