Banner-expoacreresultados

Balanço da Expoacre apresenta altos e baixos dos setores econômicos

Comércio de veículos registrou queda e relação a 2013

O Governo do Estado divulgou nesta quinta-feira o balanço econômico da Expoacre 2014. Em comparação com o ano passado, o volume de negócios durante o evento aumentou 93%.

O Secretário de Desenvolvimento, Edvaldo Magalhães, comemora o balanço positivo. “O volume de negócios realizado e pactuado para investimentos futuros são surpreendentes a 93% em relação ao ano passado. Temos muito o que comemorar”, disse.

Além do setor moveleiro e ambulantes, os bancos, leilões, comércio e serviços também tiveram bons resultados durante a Expoacre. Os bancos fecharam com mais de 150% de aumento, os leilões com mais de 45%, e o comércio e serviços registraram aumento de 19%.

Resultado não tão bom

Situação diferente aconteceu com o setor de alimentação e bares. O movimento caiu cerca de 10% em relação a 2013. No entanto, os vendedores ambulantes venderam cerca de 15% a mais que no ano passado.

Para o Sebrae, parceiro na organização do evento, a disparidade entre os dois ramos demonstra que a Expoacre oferece condição a todas as classes sociais participarem.
“Pessoas que não tinham recursos hoje estão acessando a Expoacre. Acessam esse nicho de ambulantes”, explica Elizabeth Monteiro, Superintendente em exercício do Sebrae.

Outro setor que apresentou queda foi o de veículos. As concessionárias amargaram o saldo negativo de 30%, em relação a Expoacre de 2013. Em números, isso representa quase R$ 4 milhões a menos em negócios.

Deixe uma resposta