thumb ciencia2

Biblioteca da Floresta sedia seminário de iniciação científica

Diretor da Funtac avalia como positivos os resultados

A aluna da escola estadual Dr. João Batista Aguiar, Nayne Silva Souza, ainda nem prestou o vestibular para o curso de Medicina e já tem em seu currículo profissional uma experiência tipicamente acadêmica. Ela foi um dos 168 jovens contemplados com a bolsa do Programa de Iniciação Científica Júnior, das fundações de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac) e de Amparo à Pesquisa (Fapac), além da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).

Realizado em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o programa tem como objetivo estimular a iniciação científica entre estudantes do ensino médio das escolas públicas acreanas. Participaram 18 unidades de ensino da capital e dos municípios de Feijó, Epitaciolândia, Porto Acre, Xapuri, Manuel Urbano, Bujari e Capixaba.

“O programa me proporcionou aprender sobre um assunto que ainda não dominava, as energias renováveis. Sem dúvidas, colocar em prática o que aprendemos na sala de aula é muito importante para nosso crescimento profissional”, comentou Nayne, autora do trabalho “Processo de Extração de Óleos Vegetais na Micro-Usina da Diter”, que estudou os procedimentos utilizados pela Divisão de Tecnologia de Energia de Fontes Renováveis (Diter) – setor ligado à Funtac – para retirada do óleo das palmeiras do murmuru e buriti.

A pesquisa foi apresentada na manhã desta sexta-feira, 18, no auditório da Biblioteca da Floresta, para pesquisadores e outros estudantes também contemplados pelo programa. Os trabalhos também foram expostos em painéis para apreciação dos visitantes da instituição.

O 1º Seminário do Programa de Iniciação Científica Júnior também contou com a participação de autoridades locais, como o senador Aníbal Diniz, o deputado federal Sibá Machado, o secretário de Educação Daniel Zen e o diretor da Funtac Luiz Augusto Azevedo, além de representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Universidade Federal do Acre (Ufac) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Empresa/Acre).

O diretor da Funtac avalia como positivos os resultados da atividade, que teve início em setembro de 2012, e anunciou que vai ampliar o número de estudantes e escolas para a próxima edição do programa. “Os resultados do programa foram excepcionais. Estamos muito felizes com o sucesso dos trabalhos, onde todos os envolvidos saem ganhando”, disse Azevedo.

Deixe uma resposta