230229-trabalho

Brasil fecha 2018 com saldo positivo de empregos formais

Diferente do nacional, Acre registrou saldo negativo

O Brasil encerrou 2018 com saldo positivo de 529,5 mil empregos formais, segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (23) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Esse foi o primeiro saldo positivo desde 2014, quando houve geração de 420,6 mil empregos formais. O setor que gerou o maior saldo positivo de empregos formais foi o de serviços, com 398,6 mil, seguido pelo comércio, com 102 mil. A administração pública foi a única a registrar saldo negativo, 4,19 mil.

Diferente do cenário nacional, o Acre não registrou saldo positivo, e foi o segundo maior saldo negativo do país, com 961 vagas não preenchidas, ficando atrás apenas do Mato Grosso do Sul, que teve um déficit de 3,1 mil.

O salário médio de admissão em dezembro de 2018 ficou em R$ 1.531,28 e o de demissão, R$ 1.729,51. Em termos reais, descontada a inflação, houve crescimento de 0,21% no salário de admissão e perda de 1,39%, no de desligamento, em comparação ao mesmo mês do ano anterior.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*