020217-cotidiano-bancodobrasilleidafila-gislainevidal

Câmara promete rigor no cumprimento da Lei da Fila

Agências reincidentes podem ser fechadas por 24 horas

Uma emenda à Lei da Fila dos Bancos aprovada em 2007 pode fechar agências bancárias por 24 horas como forma de punição por não respeitar o tempo de espera dos clientes nas filas.

O projeto de lei deve chegar à Câmara de Rio Branco na próxima semana. Foi criado pelo Procon como forma de reduzir as reclamações contra os bancos. Segundo o presidente da Mesa Diretora da Câmara, vereador Manuel Marcos, os bancos nunca se preocuparam com as regras da norma, e várias reclamações chegaram ao Ministério Público, Procon e à própria Justiça.

“Os bancos continuam com poucos funcionários para o atendimento ao público que passa horas em pé para conseguir uma senha da própria conta”, reclamou.

A lei que será votada pelos vereadores e depois enviada para sanção do prefeito aumenta a punição aos bancos. O texto atual prevê apenas multas. Com a emenda, vai ser possível o Procon fechar uma agência no prazo de 24 horas, quando for reincidente, isto é, quando já a agência já foi multada e volta a ser flagrada desrespeitando os clientes.

Desde sexta-feira, quando começou o pagamento do governo ao funcionalismo público, os bancos estão superlotados. Na terça-feira, com o pagamento do Estado, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal ficaram lotados.

Para completar, os clientes da agência do Banco do Brasil no bairro Estação Experimental, fechada em dezembro, foram transferidos para outra agência ajudando a aumentar as filas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*