Caso Johnliane: suspeitos vão a júri popular nesta terça-feira

A ação ocorrerá no Fórum Criminal, situado na Cidade da Justiça em Rio Branco

Ícaro Pinto e Alan Lima são acusados pela morte de Johnliane Paiva, que aconteceu no dia 6 de agosto de 2020. Os suspeitos irão a juri popular a partir terça-feira (17), até está quarta-feira (18), às 8 horas, no Fórum Criminal, situado na Cidade da Justiça em Rio Branco.

A data foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-Ac) no dia 27 de abril. Além disso, primeiramente serão ouvidas as testemunhas de acusação, posteriormente as de defesa. Em seguida, os réus – Ícaro José da Silva Pinto e Alan Araújo de Lima – serão interrogados pelo Ministério Público e defesa.

Vale salientar, que após depoimentos, os debates entre acusação e defesa são iniciados, réplica e tréplica. Em seguida, os jurados votarão e assim a sentença é definida pela maioria dos votos. Portanto, o juiz Alesson Braz encerra o julgamento lendo a sentença perante aos réus e todos que estiverem no local.

Entenda o caso

Johnliane Paiva, 30, trafegava em sua motocicleta na Avenida Antonio da Rocha Viana, na manhã do dia 6 de agosto de 2020, quando Ícaro Pinto, supostamente participando de um racha, voltava de uma festa não autorizada devido às medidas do período de pandemia.

Ícaro estaria a 150 km/h quando atingiu Johnliane com o seu veículo de modelo BMW e continuou a dirigir sem prestar socorro ou qualquer atendimento à vítima. Alan Lima estava no outro carro que também participava do racha, segundo o Ministério Público do Acre.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*