thumb 364madeira2014

Cheia do Madeira complica ainda mais o tráfego na BR-364

Estrada pode ser interditada a qualquer momento

O nível do rio Madeira continua subindo e atingiu na manhã desta segunda-feira (17) a marca de 19, 12 metros. No sábado, o governo federal reconheceu o estado de calamidade pública em Porto Velho. Devido à cheia que não dá trégua, o tráfego pela BR-364 se complica ainda mais e a estrada pode ser interditada completamente.

O rio Madeira vem subindo, em média, dois centímetros por dia. Com base em informações da Agência Nacional de Águas (ANA) a Defesa Civil do Estado de Rondônia estima que o nível do Rio alcance a marca de 19,40 metros até o dia 2 de abril.

Com a marca atual de 19,12 metros, número considerado histórico, o rio Madeira já supera em quase dois metros a marca de 17,52 metros registrada no ano de 1997. Devido a cheia que não dá trégua, o tráfego pela BR-364 se complica ainda mais. Quem precisa enfrentar a estrada sofre com a demora na travessia da balsa. O trajeto pode levar de duas a três horas, até chegar ao novo porto na Vila Abunã.  

Como os motores não estão acostumados com tantas horas de funcionamento, acabam quebrando.

Banner MadeiramarçoMoradores da região entre Jaci Paraná e Velha Mutum estão utilizando barcos como transporte. O curioso é que a embarcação está em cima da BR e a comprovação se dá pelo caminhão que cruza o barco.

Com a demora na travessia, filas enormes de veículos se formam. Os carros de passeio disputam os caminhões guincho, que lucram com a situação fazendo o transporte. Os condutores dos guinchos ainda se arriscam em passar pela BR durante a noite, período em que a estrada é interditada.

Na BR-364, muitos locais antes não alagados, agora estão submersos. Nos trechos ocupados pela água há mais tempo o reflexo são buracos invisíveis aos olhos dos motoristas. Devido ao risco de acidentes agora maior, a estrada pode ser interditada a qualquer momento.

Deixe uma resposta