thumb psicultura

Complexo da Piscicultura; obras seguem em ritmo acelerado

Investimento chega aos R$ 50 milhões

As obras no Complexo da Piscicultura, localizado às margens da BR-364, não param e seguem em ritmo acelerado. A previsão é que até o primeiro semestre de 2014, a indústria esteja em funcionamento. No empreendimento, estão sendo investidos mais de R$ 50 milhões das iniciativas pública e privada.

Quando estiver pronto, o complexo vai gerar, aproximadamente, 400 empregos diretos. Já a cadeia produtiva vai envolver três mil criadores de peixe. “O Acre tem clima e solo adequado, disponibilidade de água. Possui uma certa dificuldade de logística, mas a Interoceânica coloca o estado em uma posição muito boa para exportação”, argumenta Jaime Brum.

Em agosto, o ex-presidente Lula esteve no Acre e participou da inauguração do Laboratório de Alevinagem. Quase dois meses já se passaram e os tanques utilizados para reprodução jamais foram utilizados. A capacidade anual do espaço pode chegar a 10 milhões de alevinos.

Por enquanto, o laboratório está sem energia elétrica. O assessor da Peixes da Amazônia S.A., responsável pelo empreendimento, explica que apenas a estrutura do prédio foi inaugurada e o processo é considerado normal. Brum ainda estabeleceu prazos.

“Para entrar em operação requer reprodutores e a contratação de pessoal. Em cerca de 30 dias vai começar a acontecer a reprodução em si. Não há atrasos”, enfatizou. Além do laboratório, o complexo vai possuir fábrica de ração e frigorífico. A maior parte da produção segue para abastecer o mercado brasileiro e internacional.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*