Conselho de Medicina constata lixo acumulado em unidade de saúde

Material não é coletado por problemas no contrato com a empresa responsável

O Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) realizou nesta quinta-feira, 6, a primeira fiscalização do ano de 2022 na Unidade Básica de Saúde (UBS) Vitória, em Rio Branco. A ação foi feita pela presidente, Dra. Leuda Dávalos.

Durante a vistoria foi encontrada grande quantidade de lixo infectado que está acumulado dentro da unidade de saúde. Segundo informações repassadas ao Conselho, o material não é coletado desde dezembro do ano passado por conta de problemas no contrato com a empresa responsável.

Como a UBS não possui local adequado para o armazenamento de lixo hospitalar, o material está sendo deixado no expurgo – equipamento usado para despejo de sangue, secreções e líquidos provenientes de procedimentos.

A equipe de fiscalização também constatou a falta de vacinas de rotina, especialmente as de crianças, e de medicamentos. Um relatório vai ser elaborado pelo CRM-AC e encaminhado para a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco e ao Ministério Público do Estado do Acre para que sejam tomadas as devidas providências.

Em nota, a Prefeitura de Rio Branco afirma que entrou em contato com Sheila Andrade, secretária de Saúde, que está apurando a situação e caso a empresa responsável não normalize as ações de recolhimento do lixo hospitalar, irá romper a licitação.

Confira a nota na íntegra

Em conversa com a secretária municipal de saúde, Sheila Andrade, foi explicado que a empresa responsável é uma empresa que já vem oferecendo seus serviços desde o ano passado, e está com a licitação expedindo. Então por causa disso, a empresa está relaxando nos serviços. E isso está gerando muito problema em relação a coleta de lixo hospitalar. A Secretaria Municipal de Saúde está por conta própria, tentando recolher o lixo acumulado. Amanhã vai-se conversar com a Procuradoria, para saber os meios legais para entrar na justiça com relação a essa empresa. Se a empresa não começar a fazer o trabalho dela novamente há possibilidade de romper a licitação. Os servidores das próprias unidades estão ajudando, tentando ajudar na limpeza, com todo cuidado, com todos os equipamentos necessários, para limpeza dos locais.

Deixe uma resposta