thumb greve-correios

Correios: mutirão será feito para agilizar entregas no Acre

Vinte mil correspondências estão acumuladas

Os funcionários dos Correios farão hora extra para as entregas serem agilizadas. A categoria que ficou em greve por 20 dias irá compensar o tempo perdido em duas horas para as correspondências chegaram a tempo ao cliente.

Caso preciso, informou os Correios, os funcionários realizarão mutirão para todas as entregas se normalizarem até segunda-feira (14). Pelo menos 20 mil correspondências estão acumuladas, mas a previsão é que esse número dobre quando as outras correspondências chegarem de outros estados.

Os funcionários dos Correios voltaram às suas atividades ontem (9) por determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A greve foi considerada não abusiva, e os trabalhadores terão 180 dias para compensar os dias parados.
O relator do dissídio, Ministro Fernando Ono, ainda determinou aos empregados, a garantia de emprego por 90 dias, contados após a data da publicação da decisão.

Os grevistas reivindicavam um aumento de mais de 40% dos salários, mas conseguiram apenas 8% de acréscimo do ordenado e 6% sobre os benefícios.

De acordo com o Sindicato dos Correios, se não houver a manutenção dos Planos de Saúde dos funcionários, eles entrarão em greve novamente.

Para os grevistas que não retomarem as atividades até o dia delimitado, uma multa de R$50 mil diários será aplicada à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares. No Acre, todos voltaram às atividades.

Deixe uma resposta