241216-policia-acidentemanoelurbano-cedida 410 305

Sobe o número de mortes no trânsito em Cruzeiro do Sul

Aumento de 45% no número de vítimas fatais em 2016

Acidentes de trânsito são uma das principais causas de morte em todo o mundo. O Brasil é o quarto país no ranking mundial, ficando atrás apenas da China, Índia e Nigéria. Na América Latina, ele ocupa a primeira posição em mortes por habitante, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

No Acre, a cidade de Cruzeiro do Sul registrou um aumento de 45% no número de vítimas fatais no ano de 2016 em relação ao ano anterior.

A atenção e os cuidados são fatores essenciais para reduzir números como esse. “Os acidentes de trânsito não são fatalidade, como algumas pessoas costumam colocar. São situações que poderiam ter sido evitadas. Quando acontece o acidente é porque algo deixou de ser feito ou observado”, afirma Valdecir Dantas, gerente da 1ª Ciretran em Cruzeiro do Sul.

Ele destaca ainda que ações de educação no trânsito foram feitas durante todo o ano em parceria com a Polícia Militar, mas que ainda assim “os acidentes têm acontecido com muita frequência”.

Além das ações do órgão, o condutor e o pedestre também precisam se conscientizar no trânsito. “O condutor precisa entender que tem que ser um condutor defensivo e o pedestre também tem que entender que é necessário adotar medidas de cuidado com sua própria vida. A gente vê com frequência pessoas dirigindo e falando no celular, passando no sinal vermelho, desrespeitando a sinalização… se não mudam o comportamento, fatalmente vai acontecer o acidente”, observou Dantas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*