thumb thais

Defensoria quer revogar decisão de juíza e devolução de dinheiro

Caso está nas mãos do defensor Valdir Perazzo

A Defensoria Pública do Acre, por meio de um mandado de segurança, está requerendo ao Tribunal de Justiça a revogação da decisão da Juíza da 2º Vara Cível, Thaís Borges (foto), que bloqueou todas as contas dos investidores da Telexfree.

Um grupo de 20 investidores procurou a Defensoria Pública e conseguiu um aliado, que está apresentando uma nova tese. O caso está nas mãos do polêmico defensor Valdir Perazzo. O advogado público entende que os investidores, os mais prejudicados na decisão da Justiça, deveriam participar diretamente no processo, e não apenas a empresa e o Ministério Público, que figuram como partes.

Perazzo pediu a revogação da decisão da Juíza Thais Borges para que as pessoas que tiveram prejuízos ao investir, possam resgatar o dinheiro sem esperar a burocracia de se fazer uma perícia, que pode alongar ainda mais o processo.

Todas as pessoas que estão sendo atendidas pela defensoria são de baixa renda. A maioria fez empréstimos em bancos ou vendeu algum bem para investir na Telexfree. Outro detalhe levantado pelo defensor, é que apesar do investidor não ter acesso ao dinheiro, a receita federal está cobrando o imposto de renda do total aplicado.

A defensoria pública enviou uma representação dirigida ao Procurador Geral da República, pedindo que o processo Telexfree seja levado para a Justiça Federal, para que a União possa buscar uma saída que evite um prejuízo maior aos investidores, que só no Acre são 70 mil.

Deixe uma resposta