Banner-1108-cotidiano-becodasolidao

Depasa alega não asfaltar rua por desinteresse de empresas

Beco da Solidão continua da mesma forma: excluído

No final do mês passado, o Gazeta em Manchete mostrou a situação crítica de uma rua no Bairro Aeroporto Velho. O local é chamado de Beco da solidão.

O nome define bem a situação de abandono e transtornos vividos pelos moradores. O Depasa informou que as obras da rua estão licitadas, mas não há empresa interessada no serviço.

Uma rua intrafegável. Esta é a principal característica do Beco da Solidão, também chamado de travessa, pela Prefeitura. Na passagem permitida apenas para pedestres, os obstáculos são diversos: mato, buracos, esgoto e erosão.

O problema, segundo os moradores, dura décadas e as promessas de pavimentação são incontáveis. “Eu acho que isso. É um descaso com a gente que tanto precisa”, diz o morador Antônio Eládio.

Segundo uma comissão de moradores que foi até a prefeitura apurar a situação jurídica das obras para a rua, consta que o Beco da Solidão já está asfaltado, fato que causa desconfiança e preocupação para todos.

Segundo este documento do município, o Depasa teria confirmado que o local e outras duas ruas do bairro seriam contempladas por pavimentação e rede de esgoto em agosto de 2013.

Um ano depois e nada. “Eu subo essa ladeira se alguém ajudar, sozinha não consigo”, diz a aposentada Iracema Costa.

Segundo o coordenador do Programa Ruas do Povo, Marcos Venício, o Beco da Solidão faz parte de uma licitação de pouco mais de R$ 1,2 milhão destinados a atender sete ruas.

Contudo, o processo está com o status de deserto, significa que nenhuma empresa se interessou pela licitação. De acordo com o coordenador, cerca de cinco bairros de Rio Branco estão na mesma situação. “Vamos encaminhar novamente à licitação e a partir de agosto estaremos iniciando as obras”, afirmou.

Se nenhuma empresa participar da próxima licitação, o Depasa informou que vai fazer contratação direta para iniciar as obras no local.

Deixe uma resposta