221117-cotidiano-depasa-tvgazeta

Depasa anuncia 30% de aumento na tarifa de água

População relaciona aumento com qualidade do serviço

A partir do mês de janeiro, o talão de água que chegar as residências dos acreanos estará com os valores mais altos. O Depasa está anunciando um reajuste de 30% na tarifa cobrada para água e rede de esgoto.

A notícia foi recebida com muita ira pelos moradores de Rio Branco, principalmente da parte alta da cidade que enfrentam racionamento de água.

No bairro São Francisco, a dona de casa Ana Paula de Souza informou que a água enviada pelo Depasa chega a cada 3 dias. O Depasa destruiu a rua para passar os canos da rede de abastecimento, mas, não manda água e nem consertou a rua.
“Como pode cobrar do morador uma coisa que não recebemos? Deveriam ter vergonha. Pensar em arrecadação mesmo prestando um péssimo serviço”, reclamou.

A partir de janeiro de 2018, quem paga a taxa mínima, já que não existem medidores em 90% das residências, vai pagar R$ 7 a mais se a rede de esgoto passar na rua do morador. Se tiver apenas a rede de água, o reajuste é de R$ 4. Já para quem tem o medidor, prepare o bolso para pagar 30% a mais do valor que é cobrado atualmente.

No Tancredo Neves a dona da casa é a Damasia Souza, ficou revoltado com a notícia do aumento. Hoje paga R$ 60 por mês e fica até 5 dias sem receber água. No novo talão vai para R$ 68. Para piorar, em frente à residência da Damasia existe um esgoto entupido há dois meses exalando um forte odor durante todo o dia. “Essa notícia parece brincadeira. Com esse serviço que oferecem, querem aumento? É um absurdo, não sei aonde vamos parar”, desabafou.

A assessoria do Depasa informou que o custo para manter o serviço de abastecimento é alto e o valor arrecadado não cobre parte das despesas. Há 15 anos, o Depasa não faz a readequação da tarifa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*