thumb cruzeiroprotesto

Em Cruzeiro do Sul, moradores fecham rua em protesto

Via de acesso às obras da Petrobras está bloqueada  

Moradores do Estirão do Remanso bloqueiam rua em protesto. Eles perderam o acesso até a comunidade onde residem desde a construção da base da Petrobras, próximo à localidade. Agora eles buscam apoio da prefeitura e Petrobras para terem a garantia do direito constitucional de ir e vir.

A obra é imponente e sem dúvida vai fomentar a economia da região, vai gerar renda e novas oportunidades de emprego, mas é fato também que a construção da base da Petrobras em Cruzeiro do Sul está causando alguns transtornos para os moradores do bairro do Remanso que perderam o acesso até o ramal onde residem.  

Panela no fogo e tenda armada, a estrutura é de um acampamento. E é isso que a comunidade está fazendo desde a última sexta-feira. Em forma de protesto, eles bloquearam a rua que dá entrada até a base em construção da Petrobras ao porto da cidade e a estrutura da Suframa. Por consequência, os trabalhos nesses locais estão parados.

Um caminho estreito e perigoso que fica entre a construção da base da Petrobrás e o prédio da Suframa é por onde os moradores passam e têm dificuldade para escoar a produção, uma vez que a pequena passagem não dá condições para a entrada de carros ou qualquer outro transporte.

Para facilitar o acesso dos moradores, a Petrobras já viabilizou uma passarela em um pequeno trecho e se comprometeu em colaborar para resolver essa situação. A prefeitura já dialogou com a comunidade, e aguarda um novo contato com a empresa para definirem que trabalho será feito para atender à reivindicação dos moradores.

Deixe uma resposta