25-05-21-Onibus Rio Branco

Empresa quer que motoristas paguem por prejuízos da greve

Prefeitura de Rio Branco cobra pagamento de salário 

Após receberem mais de 100 multas por deixar de prestar o serviço por causa da greve dos motoristas, a empresa de ônibus Auto Viação Floresta ingressou com uma ação na Justiça do Trabalho contra os 18 motoristas que fizeram frente ao movimento.

A empresa está exigindo dos trabalhadores à devolução do dinheiro dos dias em que ficaram parados e a cobertura dos prejuízos, sendo incluído até um coletivo que foi incendiado na rodovia AC-40.

Os trabalhadores acreditam que a Auto Viação Floresta quer uma sentença favorável, para poder demitir os motoristas por justa causa, já que assim não poderiam arcar com os valores da rescisão trabalhista.

Ainda segundo os motoristas, a empresa não vem cumprindo com os depósitos do FGTS dos trabalhadores há alguns anos. “O único lugar que tínhamos onde pedir socorro era a empresa, que deve a gente, mas, que depois se virou contra nós”, enfatiza o motorista Diógenes Moreira.

A primeira audiência acontece nesta terça-feira (25), entretanto, os motoristas sem dinheiro, para pagar um advogado, tentaram encontrar uma defesa no Ministério Público do Trabalho e na Defensoria Pública, mas não foram atendidos. O sindicato dos motoristas ainda não ofereceu um advogado para o grupo.

Segundo a Prefeitura de Rio Branco, nada pode ser feito quanto às questões entre patrão e empregado, mas, segundo eles, a empresa está sendo cobrada quanto o pagamento dos salários atrasados.

Deixe uma resposta