1509-cotidiano-isolamento-estadao

Empresários querem comprometimento com ponte e elevação

Ainda não há nem projeto nem orçamento

Dois pontos da agenda serão prioridade na passagem do ministro dos Transportes Paulo Passos por Rio Branco, marcada para acontecer nesta terça-feira: construção da ponte do Madeira, na Vila Abunã, e a elevação dos 30 quilômetros da BR-364 onde alagou no início do ano.

“O ministro vem ratificar o compromisso conosco em relação à ponte e em relação à elevação da estrada”, pontuou o presidente da Federação do Comércio do Estado do Acre, Leandro Domingos.

O ministro Paulo Passos chega às 7 horas da manhã em um avião da FAB. Será recepcionado por representantes da iniciativa privada e do governo no aeroporto, de onde saem em comitiva até o Km 72 da BR-364, sentido Cruzeiro do Sul. No canteiro de obras, conversa com trabalhadores e empreiteiros.

Na sequência, volta para Rio Branco e mantém conversa com o governador do Acre, Tião Viana no Gabinete Civil. O encontro com o governador está marcado para acontecer às 11h30min. Às 14 horas faz palestra com empresários no auditório da Federação do Comércio.

A obra de elevação da BR-364 não está nem com projeto feito, mesmo passados sete meses do isolamento. O trecho de trinta quilômetros em que as águas do Madeira transbordaram foi responsável pelo isolamento do Acre por quase dois meses.

Fontes do Dnit em Brasília reforçam o que disse o presidente da Fecomercio/AC: ainda não há nada feito no que se refere à elevação. Nem projeto, nem planilhas e nem orçamento. “É uma obra muito cara”, foi o que se disse sobre o assunto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*