thumb EpitaciolandiaPM2

Episódio das marmitas esquenta hostilidade em Brasileia

Haitianos não gostam de carne bovina e alimentos vão ao lixo

Causou revolta aos moradores de Brasileia, o fato de 20 refugiados jogarem foram a comida servida na noite dessa quarta-feira (26). As marmitas com arroz e carne foram parar no lixo do abrigo onde estão 2.500 imigrantes haitianos, dominicanos e senegaleses. A secretaria de direitos humanos vai acompanhar de perto e saber as causas ou justificativas da revolta. Mas, já descobriu que não existia nada de errado com os alimentos, as marmitas foram jogadas fora, porque um grupo disse que não gostava da comida.

O responsável pela administração do abrigo, Damião Dantas, disse que existe um pequeno grupo que está revoltado. Primeiro, os haitianos não gostam de carne bovina, e, tem um detalhe que é mais importante e preocupante ainda. A empresa que fornece a comida está sem arroz, feijão e frango para preparar as marmitas. proprietário informou que pode parar de fornecer a partir da semana que vem, se não conseguir comprar os produtos para preparo.

O secretário de Direitos Humanos Nilson Mourão, disse que o incidente serviu para deixar o clima mais tenso entre os moradores de Brasileia e os imigrantes. Há duas semanas, um grupo de senegaleses tentou agredir nossa equipe de reportagem quando fazia as imagens dos refugiados. Segundo Mourão, Brasileia virou rota de haitianos e senegaleses, e com o apoio do governo federal, essa chegada de imigrantes não vai parar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*