200520-leite-materno-campanha-2020

Estado realiza campanha para incentivar doação de leite materno

‘Doe amor, Doe Leite Materno’ é o slogan da campanha

No Dia Nacional de Doação de Leite Humano, o Governo do Estado por meio do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), deu início nesta terça-feira (19), o reforço à campanha de incentivo à doação de leite materno, com o tema Doe Amor, Doe Leite Materno.

A captação do Banco de Leite da Maternidade é baixa, com um estoque de apenas 10,7 litros. A meta a ser atingida pelo estado do Acre é de 70 litros mensais, para que se possa trabalhar com uma média acima de 2 litros/dia.

A doação de leite materno é essencial para alimentar bebês prematuros e de baixo peso, com menos de 2,5 kg, que estão internados e não conseguem sugar o leite de suas mães.

O coordenador do Centro de Referência Estadual em Banco de Leite Humano (BLH) do Acre, Hélio Pinto, explicou que habitualmente a Maternidade Bárbara Heliodora realiza atividades que promovem encontro para homenagear as doadoras, porém, esse ano, por conta da pandemia, as atividades em alusão à data comemorativa se darão de outra forma.

“Teremos nessa semana a assinatura de um termo de cooperação com o Corpo de Bombeiros, para o lançamento da primeira Sala da Mulher Trabalhadora que amamenta e a entrega de certificado às doadoras. Estamos orgulhosos em fazer parte do BLH que tanto tem contribuído para a melhoria e garantia de vida de muitas crianças e preservação da família”, ressaltou Hélio Pinto.

Segundo o Ministério da Saúde, o aleitamento materno é a estratégia isolada que mais previne mortes infantis, além de promover a saúde física, mental e psíquica da criança e da mulher que amamenta. Recomenda-se o aleitamento materno por dois anos ou mais, sendo exclusivo nos 6 primeiros meses de vida, ou seja, sem a oferta de quaisquer outros alimentos.

Nesta manhã, os técnicos do BLH participaram virtualmente do lançamento da Campanha Nacional de Doação de Leite Humano e de videoconferência nacional com a presença de alguns países da América Latina onde tiveram a apresentação de agendas estaduais e nacionais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*