210519-cotidiano-familiapedejustica

Família de vítima de acidente pede justiça

Silvinha morreu após ser atropelada nesse sábado

A família de Silvinha Ferreira da Silva, 38 anos, procurou a equipe da TV Gazeta nesta terça-feira (21) para fazer um apelo por justiça.

Eles informaram que a vítima do atropelamento ocorrido no ultimo sábado (18) tinha acabado de sair do trabalho e estava indo com o s marido no supermercado comprar coisas para fazer a festa de aniversário da filha. “Nós estamos sentindo muita dor, porque a nossa mãe é muito amada por todo mundo, frequentava a igreja, ia fazer aniversário no dia 31 de maio e era uma mulher cheia de muitos sonhos”, disse a filha da vítima Sayonara Ferreira.

A filha fala que a família pede justiça pelo crime e quer que o culpado seja punido. “Nós queremos saber porque não fizeram o teste para saber se ele estava alcoolizado, mesmo que não tenha bafômetro, que fizesse o teste de sangue, nós queremos respostas”, ressaltou Sayonara.

A família também acredita que uma possível negligência médica pode ter contribuído para a morte de Silvinha. “Eu não entendo porque quando minha mãe chegou ao PS ela estava bem, estava falando, só que ela teve que esperar de 16h30min até 00h00min para poder fazer a cirurgia, perdeu muito sangue, ficou um tempão esperando leito, eles disseram que não tinha, mas nós conseguimos entrar na UTI e vimos três leitos disponíveis, não levaram minha mãe porque não quiseram e o que aconteceu foi negligência”, explicou.

O acidente aconteceu no sábado, Silvinha deu entrada no Pronto Socorro de Rio Branco, mas no domingo não resistiu e acabou falecendo. O marido da vítima continua no hospital. Eles foram atropelados pelo policial militar alan Martins. A polícia informou que investiga o caso e aguarda o resultado do laudo para apontar o que causou o acidente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*