02032020-manifestacao-mulheres-presidiarios

Familiares de detentos bloqueiam rua no centro da capital

Elas reclamam da suspensão das visitas nos presídios

Devido à decisão do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) de suspender as visitas nos presídios do estado, os familiares dos detentos realizaram uma manifestação no centro da capital, na manhã de hoje (2).

Falta de medicamentos, superlotação, descumprimento de horários de visita, e permanência de presos com penas vencidas, também estão sendo reivindicados durante o movimento.

Uma mulher relatou que algumas visitas familiares no Presídio Antônio Amaro estão suspensas há cerca de dois meses. “Estamos pedindo encarecidamente para que seja respeitado o nosso direito de ir e vir”, disse. Ela garante que a partir de hoje os apenados irão iniciar greve de fome, por tempo indeterminado.

Do lado de dentro

A direção do Iapen informou que a visita pode ser suspensa também da na próxima quarta-feira (4), isso porque foram encontrados buracos em uma das celas do presídio Francisco de Oliveira Conde, dando indicio de uma possível tentativa de fuga.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*