190619-cotidiano-feriado

Fiéis organizam tapetes de Corpus Christi para a procissão

Festa é realizada em alusão ao sacramento da eucaristia

A preparação do tapete para a celebração de Corpus Christi começou cedo. Por volta das 7h30m da manhã, os organizadores já estavam apostos. A festa é realizada sempre 60 dias depois da Páscoa em alusão ao sacramento da eucaristia.

“A eucaristia é o que a igreja tem de mais precioso e de mais valioso porque é a presença real de cristo no meio do mundo então porque toda essa alegria, toda essa solenidade é porque o Cristo vai passar”, disse o reitor diocesano, Padre Manoel.

Para o grande momento do dia, 50 tapetes, medindo 4 metros cada, foram confeccionados. O percurso é curto, mede apenas cerca de 100 metros, mas para que tudo fique pronto a tempo, vários casais da igreja se mobilizaram para ajudar.

As figuras dos tapetes remetem a símbolos e cenas importantes da fé católica. Para colocar todos eles em ordem, mais de 50 pessoas ajudam na organização. Hoje, os tapetes são bem diferentes dos que eram preparados há alguns anos. Por questões ecológicas, o material que era utilizado foi substituído por tecidos.

“No passado usávamos a serragem e para fazer camadas diferentes usávamos o xadrez só que nós fomos verificando com o tempo que quando termina os resíduos acabam sendo levados pela chuva e vão para o rio. O xadrez tem um componente químico que não é bom que vá para o rio e também quando queiramos enfeitar com preto usávamos o carvão, pó de borracha do pneu de carro, então por uma questão ecológica a Igreja decidiu que passássemos a usar o tapete de tnt que em alguns casos dependendo de como for colocado dá para ser aproveitado um ano”, explicou o integrante do grupo de casais, Marcelo França.

O evento, realizado como uma forma de relembrar a morte e ressurreição de Jesus Cristo, é motivo de muita oração, alegria e agradecimento. Quem dedica parte do dia para ajudar na preparação, garante que o momento é único e que vale muito a pena participar e ajudar.

“É uma manhã inteira que a gente abre mão de todo o nosso dia a dia para ajudar junto com todos fazendo esse serviço. Isso é muito gratificante, muito prazeroso. Corpus Christi é um momento muito especial da nossa igreja”, concluiu a integrante do grupo de casais, Naira Maria.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*