020719-cotidiano-17anos-gazeta-alerta

Gazeta Alerta comemora 17 anos de história

Programa se mantém como líder de audiência

Tudo começou há 17 anos, quando um dos sonhos do empresário e fundador da emissora, Roberto Moura, ganhava espaço na grade da TV Gazeta. Com a concessão do sinal para os municípios de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Brasiléia, Plácido de Castro, Acrelândia, Porto Acre, Tarauacá e Assis Brasil recém-liberada pelo Ministério das Telecomunicações, a emissora colocava no ar, no dia 2 de Julho de 2002, o primeiro Gazeta Alerta produzido no Acre.

No início o programa tinha 1 hora de duração, hoje o espaço na grade da emissora é maior. Líder de audiência no horário, o Gazeta Alerta é transmitido, ao vivo, das 11h40 da manhã à 13h10 da tarde.

Edvaldo Souza, um dos âncoras mais respeitados do Estado, está à frente do programa desde o início. Passou por várias mudanças, tanto de equipes, quanto tecnológicas e ele sabe que muita novidade ainda vem por aí.

Os desafios foram e serão ainda maiores e o apresentador está preparado para enfrentar todos eles. A rotina do Edvaldo envolve também o dia a dia de muitos colaboradores da emissora. Ao descer do carro, segue pelos corredores do prédio sempre para falar com alguém. No camarim, aquele trato no visual. Quando chega na redação, o café não pode faltar. Em conversa com a editora do jornal, Edvaldo não quer muitos detalhes do que vai ser exibido. Afinal, a reação, muitas vezes inesperada do apresentador, é o tempero que faz toda a diferença no ar.

Mas o Gazeta alerta ninguém faz sozinho. Em casa, você está acostumado a ver apenas o apresentador, Edvaldo Souza, no cenário de sempre, e os repórteres nos monitores, mas para que tudo saia como o planejado, por trás de tudo isso, existe uma equipe de profissionais sérios, dedicados e muito comprometidos com o programa.

O desafio é diário. Na redação, produtores e editores de textos não param um minuto sequer. As denuncias dos telespectadores chegam a todo o momento, mas antes de enviar uma equipe, é preciso apurar se a notícia é de fato o que nos foi repassado. Afinal, trabalhamos com a verdade.

O ritmo acelerado segue em frente também com as equipes de reportagem. Duas são exclusivas do programa. Hoje, os repórteres Senildo Melo e Ingreson Derze, e os repórteres cinematográficos Jaílson Fernandes e Jean Carlos são a essência do jornal. São eles que enfrentam dia e noite, faça Sol ou faça chuva, locais perigosos e situações de risco, só para levar até a telinha todas as noticias e informações que o telespectador do Gazeta Alerta tanto gosta de assistir.

O programa, para chegar ao que é hoje, já teve muitas outras formações. Ana Cristina, por exemplo, foi a primeira editora chefe do Gazeta Alerta. Ela lembra que foi um grande desafio colocar o programa no ar. Afinal, tudo era novidade.

Alguns desses profissionais nem moram mais no Acre. Marilson Maia é um deles. O repórter ganhou destaque e credibilidade no estado pelas reportagens que produziu. Marilson Maia contou muitas histórias, flagrou diferentes crimes e sentiu na pele o sofrimento de várias famílias e nesse dia de comemoração de 17 anos de programa, ele, para matar a saudade, está de volta à telinha da TV Gazeta.

Os personagens são muitos, as histórias contadas por eles, então, mais ainda. O Gazeta Alerta tem todo um percurso impossível de ser resumido em palavras.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*