1408-cotidiano-geoglifos

Geoglifos podem ser tombados como patrimônio da humanidade

Mais de 500 já estão catalogados

Os geoglifos são enormes figuras geométricas cravadas no chão. Quadrados e círculos feitos com perfeição pelo próprio homem centenas de anos atrás. Acredita-se que as construções serviam para a realização de rituais indígenas.

Os primeiros sítios arqueológicos foram descobertos em 1977. Mais de 500 geoglifos já foram catalogados. A metade no Estado. Até quinta-feira, 15, Rio Branco sedia um encontro internacional para debater sobre o assunto. Uma das principais discussões é o processo de tombamento desses locais.

Durante o simpósio, um estudo sobre os geoglifos encontrados no Acre, Amazonas e Rondônia foi apresentado. A pesquisa foi uma iniciativa da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Segundo o pesquisador finlandês Martti Pärssinen, a ideia no futuro é que os desenhos sejam transformados em patrimônio da humanidade. As estruturas obedecem a vários critérios estabelecidos pela Unesco, entidade responsável pela concessão do título.

“Existem seis critérios estabelecidos pela Unesco para ser declarado como patrimônio. Notamos que quatro dos seis critérios são válidos neste caso”, expôs Pärssinen.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*