Depasa e Saerb se reúnem para tratar reversão dos serviços

Representantes do sindicato dos Urbanitários ficam de fora da reunião

Gestores do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) e do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb) se reuniram nesta quarta-feira (14), para tratar sobre o plano de trabalho da segunda etapa do processo de reversão dos serviços de água e esgotamento sanitário da capital que era do Estado e passa a ser da Prefeitura de Rio Branco.

Marcelo Jucá, presidente do Sindicato dos Urbanitários do Acre, disse que o sindicato acabou ficando de fora das reuniões após levantar alguns questionamentos importantes.

“Fizemos alguns questionamentos importantes, eles deixaram de convidar o sindicato para as reuniões seguintes, uma delas foi como o munícipio iria receber a partir de outubro se não tinha orçamento. Eles não estão passando informações para os trabalhadores de como vai ser o preparado para reversão. O Saerb não fez uma reunião com os trabalhadores e a partir de outubro eles vão mandar no serviço do município. Devido a esses questionamentos eles não chamaram mais o sindicato”, relatou o representante do sindicato.

Atualmente, a categoria conta com 130 trabalhadores no Saerb e cerca de 150 trabalhadores no Depasa e, segundo o presidente, até o momento não foram informados sobre a situação dos profissionais quando iniciar a nova gestão.

“Levantamos questões de como vão ficar os trabalhadores que hoje prestam serviços para o Estado no Depasa. Temos mais de 100 trabalhadores nessa situação que até agora não sabem o que vai acontecer a partir do dia 1° de outubro. São pontos que tanto o Depasa e Saerb deveriam estar passando, tem que ter transparência”, finalizou o presidente.

Foto: TV Gazeta.

Deixe uma resposta