thumb bb

Greve dos bancários pode estar perto do fim

Febraban deve apresentar nova proposta nesta quinta

Um nova rodada de negociações marcada para a tarde desta quinta-feira, 10, em São Paulo, entre a Federação dos Bancos e os sindicatos dos empregados pode por fim à greve da categoria, que já dura 21 dias. A última proposta dos bancos, apresentada na última sexta-feira, 04, foi completamente rejeitada pelos bancários. Enquanto os trabalhadores pedem um reajuste de 11,93%, os patrões ofereceram 7.1%.

De longe, esse foi o maior movimento de greve da categoria nos últimos 20 anos. No Acre, 90% das agências pararam os atendimentos. Apenas um banco conseguiu uma liminar na Justiça, mantendo o atendimento normal. Nas outras agências só os caixas eletrônicos, muitas pessoas deixaram de pagar contas e fazer transações comerciais nesse período.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Acre, Edmar Batistela, disse que não entende por que os bancos não querem dar o reajuste correto para os trabalhadores, já que, tiveram um aumento de lucro no ano passado em torno de 55%.

Além do reajuste, os bancários querem uma política de segurança nos bancos. Para melhorar o atendimento e respeitar a lei que determina o tempo máximo numa fila pedem a contratação de mais funcionários. Segundo o sindicato, aumentou o número de demissões nos bancos e, com isso, os serviços ficaram prejudicados.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*