Ford-nordestinos

Guerra entre sindicatos provoca intervenção de Procuradoria

Sindicato acreano acusa seu congênere de Rondônia por cobrança indevida

A Procuradoria Regional do Trabalho da 14º Região vai investigar denúncia de violação dos direitos dos soldados da borracha no Vale do Juruá. A denúncia aponta como autor do suposto crime o Sindicato dos Soldados da Borracha de Rondônia. O caso foi levado ao conhecimento dos procuradores do por meio do sindicato acreano.

O documento entregue no início do mês à Promotoria de Justiça Criminal de Cruzeiro do Sul dá conta que o Sindicato de Rondônia comete violação de direitos contra aposentados do Juruá, notadamente de Cruzeiro do Sul, onde possui grande número de filiados à entidade do Acre.
Além de invasão de território, o sindicato acreano acusa seu congênere de Rondônia por cobrança indevida de R$ 10 reais de taxa de adesão ao sindicato mais R$ 20 de filiação. As filiações ao Sindicato de Rondônia estariam fazendo parte de uma suposta ação indenizatória a favor dos soldados da borracha.
Essa ação indenizatória contra o Brasil e os Estados Unidos em favor dos soldados da borracha, postulada pelo sindicato de Rondônia, já foi julgada improcedente pelo juiz federal Rodrigo de Godoy Menezes, da 2ª Vara Federal de Rondônia, e se encontra em grau de apelação no STJ.

Deixe uma resposta