011216-cotidiano-igualdaderacial-tvgazeta

Igualdade racial e intolerância religiosa debatidas

Gestores públicos debatem temas como prevenção

Oficina de capacitação para promoção da igualdade racial reúne gestores de todo estado. Nesta quarta-feira (30) entrou em debate o tema intolerância religiosa.
Fortalecimento e interiorização das políticas de promoção da igualdade racial no Acre. Esse é o objetivo da oficina de capacitação que acontece até o dia 3 de dezembro em Rio Branco, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.
Gestores de todo estado participam das discussões que acontecem no auditório do Instituto Federal do Acre (IFAC).

Segundo o secretário Nilson Mourão, a ideia é que cada um leve para o reduto onde atua, o conceito de fortalecer a política de igualdade racial.

“Existem pessoas que acham que no Brasil não existe racismo. Discordamos disso e entendemos que existe e não pode ser jogado pra debaixo do tapete. As pessoas são discriminadas e muitas vezes violentadas por causa de sua cor. Isso é crime e queremos popularizar o máximo dessa realidade para que possamos ter um país sem discriminação”, afirma o secretário.

Entre os convidados que participam do evento está o coordenador de política institucional do Coletivo de entidades negras da Bahia, Márcio Alexandre. A organização combate a intolerância religiosa. E foi esse o tema discutido nesta quarta-feira, durante a oficina.

“É importante que as grandes tradições religiosas criem propostas contra a intolerância religiosa, além disso um grande investimento em educação e no conhecimento da prática religiosa do outro. Na verdade o que gera intolerância religiosa é a ignorância sobre a prática religiosa do outro. Se eu não conheço o que o outro faz eu já discrimino”, opinou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*