Indicativo de greve da Ufac é suspenso por docentes

Porém, as associações decidiram pela manutenção da mobilização

A decisão de suspender o indicativo de deflagração de greve foi tomada nesta segunda-feira (23), durante a assembleia geral dos docentes da Universidade Federal do Acre (Ufac), nos campi de Rio Branco e Cruzeiro do Sul. Porém, segue a manutenção da mobilização.

Durante a assembleia, foi analisado os posicionamento das demais associações docentes. E de acordo com o plano nacional, grande parte ainda está em processo de construção de suas mobilizações locais, portanto, a decisão pela suspensão teve ampla maioria de professores de Rio Branco e de Cruzeiro do Sul.

A Associação dos Docentes da Universidade Federal do Acre (Adufac) seguirá na luta pelo reajuste emergencial de 19,99% e em defesa dos serviços públicos. Novas ações de mobilização estão sendo programadas e a agenda será divulgada nos próximos dias.

Uma nova rodada de assembleias das associações do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes) deve acontecer até 9 de Junho, quando novamente será avaliada a conjuntura nacional, e a possibilidade de greve conjunta dos servidores públicos federais ou do setor específico da educação federal.

Entenda a greve

Sem reajuste salarial desde 2017 e com supressões salariais desde 2011, os servidores acumulam uma defasagem de pelo menos 49,28% nos últimos cinco anos, com isso estão reivindicando 19,99% de reposição salarial.

Ainda na pauta estão pedindo mudanças na política de governo do presidente Jair Bolsonaro, como o fim da Proposta de Emenda à Constituição da Reforma Administrativa e contra o teto de gastos que retira dinheiro da Saúde e da Educação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*