thumb indios

Indígenas protestam por demarcação de terras

Ato aconteceu na manhã desta sexta, no centro de Rio Branco

Centenas de indígenas protestaram em Rio Branco, nesta sexta-feira (4), contra o projeto que pode mudar a demarcação de terras indígenas no país. Eles se concentraram em frente ao Palácio do Governo e depois seguiram para a Assembleia Legislativa do Acre, onde se expressaram por meio de rituais.

A manifestação, que ocorre nacionalmente, é contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que tira do governo federal a autonomia nas demarcações de terras.

“Nós nunca fomos tão ameaçados em nossos direitos. É verdade que antes a gente sabia que o governo era todos adversários, mas agora nos deparamos com essas ameaças”, disse o representante dos indígenas, Haji Manchinery.

No Estado, segundo dados do Acre em Números, existem 17 mil indígenas em 304 aldeias. São 16 etnias e 2,4 milhões de terras indígenas que correspondem a 14% do território do Acre.

A PEC 215 é alvo de críticas dos índios e organizações não-governamentais porque retira do governo federal a autonomia para demarcar terras indígenas, de quilombolas e zonas de conservação ambiental.

Pelo texto, caberá ao Congresso Nacional aprovar proposta de demarcação enviada pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Atualmente, o Ministério da Justiça edita decretos de demarcação a partir de estudos feitos pela Funai.

“O poder econômico se tornou muito forte e as questões sociais e de direitos passaram para segundo plano. É o motivo pelo qual reivindicamos. Não estamos dizendo quem será o culpado ou responsável. Nós não podemos permitir e se omitir diante dos fatos que estão ocorrendo de corrupção e crise de ameaça. Vamos reivindicar porque é uma garantia”, disse.

Deixe uma resposta