010917-cotidiano-instituto-tvgazeta

Instituto de Matemática: educação para acesso de todos

18 mil estudantes já foram atendidos

Desde que foi criado o Instituto de Matemática, Ciência e Filosofia já atendeu mais de 18 mil pessoas, com oferta de cursos e oficinas gratuitas. O instituto nasceu com a proposta de ajudar quem precisa de reforço em algumas áreas do conhecimento.

Maria Eduarda é uma das alunas assíduas da turma de robótica do instituto de matemática, ciência e filosofia. E não é por que o pai ou a mãe dela querem, é por que a estudante tem foco e procura se abastecer de conhecimento para realizar o sonho da profissão.

“Tem coisas que eu vejo aqui no instituto, que nunca vou ver no colégio é como se fosse um reforço bem compactado com o que preciso pra me formar na carreira futura. Quero ser engenheira elétrica”, afirma.

Maria Eduarda estuda há 3 anos no Instituto e faz parte de uma turma que não abre mão da atenção para aprender. Como em volta da mesa todos optaram por fazer o curso, o professor ministra as aulas sem ter que exigir o silêncio por exemplo.

Esse é o diferencial do Instituto que desde a fundação, há 4 anos, já atendeu mais de 18 mil pessoas nas atividades educacionais que complementam o currículo escolar. São ofertados gratuitamente cursos e oficinas.
“São para alunos que tem dificuldade com matemática, a biologia, da física mesmo ou pra alunos que querem aprender um pouco mais”, explica o coordenador do instituto, Eliomar dos Santos.

Entre os novos alunos está o Lucas Emanuel. Ele está empolgado com a opção a mais de estudos. “O curso foi meio que uma ajuda pra mim por que sou muito fã de robótica e coisas que envolve a tecnologia e esse curso foi uma porta que abriu por que no futuro pode ajudar na minha formação”, afirma.

Uma das novidades do instituto é o curso avançado de xadrez que vai até dezembro. As vagas estão abertas. Quem ministra as aulas é o professor Roberto Molino, mestre internacional de xadrez.

Há quem pense que o xadrez é um jogo, uma brincadeira, mas a arte de mover as peças do tabuleiro trabalha muito além do que o resultado de uma partida. “O xadrez ajuda em várias áreas da vida. Pra mim ajudou muito na escola, com aprendizado de língua estrangeira, a matemática facilitou muito, as matérias exatas. Posteriormente ajudou na faculdade quando eu estava na engenharia mecânica, então eu acho assim, desenvolve muito qualquer área relacionada ao conhecimento, à inteligência”, explica o professor.

Murilo Leite, campeão acreano de xadrez na modalidade 12 à 14 anos se inscreveu para o curso avançado. Nas aulas aprende sobre estratégias, tática, finais e estudo de aberturas. O garoto se prepara no instituto para disputar o campeonato nacional dos jogos escolares. “Eu tô com um pouco de medo por que não sei o que me espera lá. Mas tô confiante que posso ganhar e conseguir passar. O xadrez ajuda muito na concentração e a rapidez evolui muito”, afirma.

Para este semestre, o instituto abriu 760 vagas, em 14 cursos e nem todas foram preenchidas. Quem quiser se matricular pode ir até a sede que fica no prédio do antigo Mirashopping, ao lado da prefeitura de Rio Branco.

“Qualquer pessoa que queira assistir nossos cursos temos disponíveis em alguns cursos 90 vagas. Basta vir aqui na recepção, preenche uma ficha e já está matriculado para assistir aula normal”, conclui Eliomar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*